Críticas

Crítica: A dublagem de Rocketman

ROCKETMAN

LANÇAMENTO:
30 de maio de 2019

DURAÇÃO:
2h 01min

DIREÇÃO:
Dexter Fletcher

GÊNEROS:
Biografia, Comédia Musical


NACIONALIDADE:
Reino Unido

DUBLAGEM

ESTÚDIO:
Delart

DIREÇÃO:
Andrea Murucci

TRADUÇÃO:
Bianca Daher

ELENCO DE DUBLAGEM

Andreas Avancini: Taron Egerton (Elton John)
Felipe Drummond: Jamie Bell (Bernie Taupin)
Philippe Maia: Richard Madden (John Reid)
Isis Koschdoski: Bryce Dallas Howard (Sheila Eileen)
Myriam Thereza: Gemma Jones (Ivy)
Alexandre Moreno: Stephen Graham (Dick James)
Jorge Lucas: Jason Pennycooke (Wilson)
Fabrício Vila Verde: Charlie Rowe (Ray Williams)
Júlio Chaves: Steven Mackintosh (Stanley):
Paulo Mendes: Kit Connor (Reggie)
Guto Nejaim: Tom Bennett (Fred)
Cafi Ballousier: Evan Walsh (Elton Dean)
Carlos Alberto: Tate Donovan (Doug Weston)
Andrea Murucci: Celinde Schoenmaker (Renate Blauel)
Lhays Macêdo: Ophelia Lovibond (Arabella)
Marlene Costa: Harriet Walter (Helen Piena)
Victor Hugo Fernandes: Guillermo Bedward (Geoff)
Rodrigo Ribeiro: Max Mackintosh (Stephen):
Nicolas Mattos: Matthew Illesley (Reggie criança)
Renan Freitas: Carl Spencer (Richard)
Fernando Lopes: Leon Cooke (Hugh)
Vânia Alexandre: Sharon D. Clarke (Conselheira)

Rocketman conta a história do músico Elton John, seguindo os primeiros dias dele como um prodígio na Royal Academy of Music, enfatizando a transformação do tímido Reginald Dwight no astro britânico. Para contar essa história, o roteirista Lee Hall colocou o protagonista em uma reunião dos Alcóolicos Anônimos até chegar sua parceria musical com Bernie Taupin e a inevitável fama.

O longa foi um sucesso de crítica e com a multidão de fãs do astro espalhados pelo Brasil, confesso que quando Rocketman foi anunciado a primeira coisa que pensei foi em quem faria a voz do protagoniosta quando despontasse por aqui.

Para realizar o trabalho de adaptação para o nosso idioma a distribidora enviou o filme para Delart onde foi traduzido pela eficiente Bianca Daher, cujo texto dispensa apresentações já que se supera a cada trabalho, com excelentes traduções para títulos como Mulher Maravilha e Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald. A direção ficou a cargo de Andrea Murucci, também profissional de muito gabarito, mas que pecou ao escalar algumas vozes para a produção.

Apesar de profissional de muito talento e apurada técnica, Andreas Avancini, por alguma razão não combinou com a protagonista e nos minutos finais de filme isso fica evidente, com sua voz cada vez mais distante de Taron Egerton. Apesar de um dublador com vasta experiência e sua atuação rica em técnica, isso não é o bastante para que personagem e voz tenham um casamento harmônico.

Felipe Drummond, com excelência na profissão, foi sim uma escolha perfeita para Bernie Taupin e parte dos diálogos são salvos graças à sua performance.

Todo o resto funciona muito bem sob a direção de Murucci. Philippe Maia, Isis Koschdoski, Myriam Thereza, impecáveis em suas performances e Alexandre Moreno como sempre um show à parte ao fazer Dick James. A própria Andrea Murucci tem uma grata participação na interpretação de Celinde Schoenmaker (Renate Blauel).

O áudio está maravilhoso, nesse ponto a Delart tem propiciado ao público sempre  o melhor .

Izaías Correia
Izaías Correia
Professor, roteirista e web-designer, responsável pelo site InfanTv. Também é pesquisador da dublagem brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *