Acontece Cinema Filmes Notícias

Iara Riça não será mais a voz de Arlequina em Aves de Rapina.

Dubladora diz que não mais atuará no ramo da dublagem.


Em setembro divulgamos aqui o teaser lançado os cinemas que apresentava Iara Riça sendo a voz de Arlequina na produção Aves de Rapina. Os seguidores da vilã da DC Comics, amaram saber que ela havia sido escalada a exemplo do que já fez em várias animações da Liga da Justiça, no filme Esquadrão Suicida e em games do Homem Morcego.

Hoje às 16h16 a dubladora, no entanto, revelou através do seu Facebook que não fará mais a voz da Arlequina, o que causou um impacto extremamente negativo em muitos fãs da personagem e da dubladora.

Iara disse que chegou a iniciar a dublagem do filme mas foi considerada inadequada para permanecer na produção: “Eu cheguei a dublar grande parte do filme, mas, pelo visto, eu e minha dublagem não fomos consideradas “adequadas”.”

Ao que parece a diretora da dublagem e Iara não chegaram num acordo e a atriz resolveu não apenas deixar a produção, mas também comentou que está inclinada a sair do ramo da dublagem.


Leia o texto na íntegra:

Gente,

Estou tranquila, e peço que leiam esse post com carinho e, principalmente, com calma.

Quero comunicar que não serei a voz daquela personagem livre e maravilhosa e que tanto amo, no próximo longa que vai estrear em fevereiro.

Eu cheguei a dublar grande parte do filme, mas, pelo visto, eu e minha dublagem não fomos consideradas “adequadas”.

Eu só sei dublar com emoção, respeito à personagem, e aos fãs. Realmente não consegui me “adequar” a um tipo diferente de direção mais impositiva, pelo menos, para mim. Não consigo ter que repetir a “entonação” passada pela direção, pelo fone. Sou uma atriz, e trabalho com emoção.

No fim, é a minha voz que vai ao ar.

Não sei dublar sem sentir. Dublo essa personagem desde o início, já faz mais de duas décadas, em animações games e filme. Acompanhei seu empoderamento e sua luta pela emancipação e respeito, assim, como de todas as mulheres, incluindo a mim.

Não recebi nenhuma comunicação nem satisfação, mas, mesmo assim, achei importante falar com quem realmente importa: as pessoas que conhecem, que curtem a personagem e para quem, a dublagem se destina, e que sempre tiveram muito carinho e respeito pelo meu trabalho.

Cheguei a um momento da vida que posso não saber tudo o que quero, mas sei muito bem o que não quero.

Diante de tudo isso, em respeito ao meu trabalho como dubladora, aos fãs, pela arte da dublagem e, especialmente, pelo respeito a mim mesma, DECIDI PARAR DE DUBLAR.

Há dez anos, eu já dublava bem menos devido a só poder dublar à noite e aos sábados, mas agora tive certeza de que chegou a minha hora de parar.

Agradeço a todos os maravilhosos e talentosos dubladores e diretores com quem tive o prazer de trabalhar até hoje,

Mas como disse no início do post, estou tranquila. Claro que fiquei triste de não poder dar a voz a ela, nessa próxima produção, mas estou em paz. É muito bom poder não aceitar o que não nos faz bem!

E como também disse no início da mensagem, peço CALMA.

Tenho certeza de que a dublagem, mesmo sem mim, será ótima, e o filme maravilhoso. E VOCÊS VÃO CURTIR MUITO, QUE É O QUE MAIS IMPORTA”.

Então, muito obrigada por tanto carinho, respeito e consideração nesses 30 anos de dublagem.

Amo todos vocês!

Fiquem com Deus!

 

Leia Também:  Fire Force e Fruits Basket podem ser dublados no Brasil.
Redação
Redação
Equipe do DB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *