Notícias Outras mídias

Dubladores brincam com expressões que só existem na dublagem.

Wendel Bezerra, Guilherme Briggs e Úrsula Bezerra comentam sobre problemas de tradução que geraram expressões curiosas na dublagem. 


“Tire seu traseiro gordo daqui!”, “mas que diabos você está fazendo?”, “os tiras estão ali fora!” e outras expressões que só são ouvidas no nosso idioma graças à dublagem brasileira, fazem parte do novo vídeo no canal Wendel Bezerra, que tem Guilherme Briggs e Úrsula Bezerra como convidados.

Muita coisa acabou entrando nas produções dubladas graças a dificuldade dos tradutores de adaptarem expressões americanas ao nosso idioma e manter a sincronia. Exemplo disso é a famosa expressão “Tira” para se referir aos policiais, que mesmo sendo conhecida no Brasil, jamais foi usada fora das telas com essa finalidade. Ela surgiu como palavra mais próxima foneticamente de “cop”, que é a utilizada na versão em inglês.

O vídeo inicia brincando com a questão, mas finaliza explicando o motivo disso acontecer. Ele expõe as atuais as dificuldades enfrentadas pelo tradutor e como dubladores e diretores experientes podem corrigir essas traduções “endurecidas” que fogem da nossa realidade.

Assista ao vídeo abaixo enquanto mentaliza outras expressões como: “não faça tolices”, “macacos me mordam”, “ele não foi nada amigável”, “você é um bastardo”, “você não passa de um tolo”, “entrei numa enrascada” e “hei de detestá-lo”.


Leia Também:  Espinoza e Contaifer dublam novo vídeo do Tenente Patriota.
Redação
Redação
Equipe do DB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *